Rua Da Mata, 166a – Marambaia CEP 66615-420 – Belém / PA
Menu

Gesso acartonado (drywall) vs. Gesso comum. Quais as diferenças?

É muito comum associarmos o gesso à beleza, decoração das residências e apartamentos. São ótimos para embutir iluminação, esconder ferragens e disfarçar as vigas de construção.  

É um dos materiais de construção mais consumidos em todo mundo. A vantagem deste tipo de material não é somente técnica, ele permite a criação de diversos formatos pré-moldados e permite perfeito acabamento.

Mas qual gesso utilizar, o acartonado ou convencional? Eles podem parecer iguais, mas são bem diferente. Continua com a gente para saber as diferenças entre eles.

gesso

Gesso comum

As placas de gesso comum são basicamente utilizadas em construção de forros em residências e escritórias. Estão bastante presentes em banheiros, com a função de esconder as tubulações hidráulicas que passam pelo teto.

Elas são produzidas em pequenas fábricas, com uma técnica simples e artesanal, feitas de pastas de gesso, moldadas em fôrmas metálicas. O custo é relativamente baixo e é de fácil instalação, já que sua mão de obra não exige muita técnica, sendo facilmente encontrada.

O gesso convencional é o mais conhecido no ramo da construção, mas também, é o mais trabalhoso. Após instalado, ele precisa ser lixado, gerando muita poeira. E para receber pintura deve se aguardar alguns dias até estar totalmente seco, caso contrário o risco de amarelamento se torna muito maior.

Como é instalado o gesso comum?

  • Fixam-se pinos de aço na laje, através de pistolas, mantendo uma distância de 60cm ou 65cm conforme as dimensões das placas, de forma que cada placa fique presa num pino.
  • Em seguida são amarrados fios de aço galvanizado nos pinos e em ganchos que já vêm colocados nas placas.
  • As placas são penduradas e encaixadas umas nas outras através de encaixes macho e fêmea, também já existentes nas mesmas;
  • Após a colocação rejuntam-se as emendas das placas com massa de gesso, apropriada para isso;
  • Nos encontros entre o forro e a parede devem ser deixadas juntas para que o forro possa se movimentar sem trincar.

Gesso Acartonado (drywall)

O sistema é composto por chapa ou placa de gesso natural e aditivos, revestida com duas lâminas de cartão duplex. Com esses dois materiais, a placa ganha resistência à compressão, devido ao gesso e a resistência à tração proporcionada pelo cartão, assim o material se torna firme mecanicamente.

Essas placas são utilizadas para construção de forros e paredes, esse sistema também é conhecido como “drywall”. O forro é composto por chapas parafusadas em uma ou duas estruturas de aço galvanizado, que permitem trabalhar o forro de acordo com as exigências ou necessidades do  ambiente.

O Processo de fabricação das placas consiste nas seguintes etapas: Extração e transporte da gipsita, matéria-prima do gesso, até a fábrica. Ao contrário das placas de gesso comum, que possuem um processo de fabricação são simples e artesanais, os das placas de gesso acartonado são altamente mecanizados e sofisticados.

Existem três tipos de placas:

  • Chapas Drywall Standard (ST) Cor branca. A chapa Standard (ST) é recomendada para uso geral em áreas secas
  • Chapas Drywall Resistentes à Umidade (RU) Cor verde. A chapa verde foi pensada especialmente para ambientes úmidos, sujeitos a respingos
  • Chapas Drywall Resistentes ao Fogo (RF) Cor rosa. O gesso já apresenta alta resistência ao fogo, e com a placa RF, sua resistência é reforçada.

Como é instalado o Drywall?

  • Estrutura de base: Fixam-se guias metálicas no piso e no teto. Elas sustentarão os montantes verticais de aço galvanizado (distantes até 60 cm uns dos outros). As chapas são parafusadas nesses perfis.
  • Cobertura das divisões: Faz-se o tratamento das juntas – região mais suscetível a fissuras. Por isso, aplicam-se nesses pontos massa e fitas específicas, duas vezes com o objetivo de deixar a superfície totalmente plana.
  • Finalização: como a massa talvez retraia com a secagem, espera-se um dia antes de partir para o acabamento, que pode ser pintura, cerâmica, madeira.

Gesso Comum ou Acartonado?

O gesso comum é mais barato que o acartonado, porém, é fácil o material ter problemas com trincas e amarelamentos, é mais sensível a dilatação térmica fazendo com que o forro estale. E ainda a sua instalação é muito mais demorada no tempo de secagem e gera muito mais sujeira.

O gesso acartonado evita problemas de trincas e amarelamento, é fácil de montar e apresenta melhor função para instalações elétricas e hidráulicas. O sistema pode ser utilizado em ambientes de qualquer porte, ao contrário das placas de gesso comum, que são recomendadas apenas para ambientes pequenos.

O drywall vem conquistando espaço na construção civil, devido aos seus atributos: isolamento termo-acústico, durabilidade, resistência a umidade e versatilidade. Vale a pena dar uma chance e fazer uma consultoria para a sua obra.

gesso drywall

Related Posts